sábado, 26 de setembro de 2009

Poema: SÓ DE SACANAGEM


video



MANIFESTOS

Em seu show com Seu Jorge, com firmeza, Ana Carolina declama um poema de Elisa Lucinda, oportuníssimo pela lucidez com que fala desse nosso Brasil. Um recado firme e forte de Elisa Lucinda para aqueles que acham que os verdadeiros cidadãos estão descrentes e desmobilizados diante de tantas trapalhadas de nossos políticos. Para a plena cidadania, tudo isso tem um efeito contrário: o de reafirmar a crença na justiça e nas instituições, na honestidade e na dignidade humana. E no poder da mobilização para transformação e construção de uma realidade mais justa e menos violenta. Esta é a íntegra do poema de Elisa Lucinda:


Só de Sacanagem


Meu coração está aos pulos!


Quantas vezes minha esperança será posta à prova?


Tudo isso que está aí no ar: malas, cuecas que voam entupidas de dinheiro.


Do meu dinheiro, do nosso dinheiro,


Que reservamos duramente para educar os meninos mais pobres que nós.


Para cuidar gratuitamente da saúde deles e dos seus pais.


Esse dinheiro viaja na bagagem da impunidade e eu não posso mais.


Quantas vezes minha esperança vai esperar no cais?


É certo que tempos difíceis existem para aperfeiçoar o aprendiz.


Mas não é certo que a mentira dos maus brasileiros venha quebrar no nosso nariz.


Meu coração tá no escuro.


A luz é simples, regada ao conselho simples de meu pai, minha mãe, minha avó


E dos justos que os precederam:


“Não roubarás”.


“Devolva o lápis do coleguinha”.


“Esse apontador não é seu, minha filha”.


Pois bem, se mexeram comigo,


Com a velha e fiel fé do meu povo sofrido,


Então agora eu vou sacanear:


Mais honesta ainda vou ficar!


Só de sacanagem! Dirão:


“Deixa de ser boba, desde Cabral que aqui todo o mundo rouba”


E eu vou dizer:


“Não importa, será esse o meu carnaval,


vou confiar mais e outra vez”.


Eu, meu irmão, meu filho e meus amigos.


Vamos pagar limpo a quem a gente deve


e receber limpo do nosso freguês.


Com o tempo a gente consegue ser livre, ético e o escambau.


Dirão:


“É inútil, todo o mundo aqui é corrupto,


desde o primeiro homem que veio de Portugal”.


E eu direi: “Não admito, minha esperança é imortal”.


E eu repito:


“Ouviram? IMORTAL!


”Sei que não dá para mudar o começo


Mas, se a gente quiser,


Vai dar para mudar o final!


Elisa Lucinda, 12 de agosto de 2005.


Publicado em:
http://www.avozdocidadao.com.br/detailAgendaCidadania.asp?ID=184

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

17/09/09 - NOTA DE FALECIMENTO

Faleceu ontem por complicações pulmonares ROSILENE FERREIRA ERNESTINO, aluna da Escola Municipal Paulo Freire.
Seu jeitinho alegre deixou claro que conquistar amigos é uma das grandes virtudes da vida.
A equipe de professores e a coordenação do Projovem registra aqui em forma de música como ela será lembrada por nós e pelos amigos que conquistou durante esses 6 meses.
Amigo
Letra e música: Milton Nascimento
Amigo é coisa para se guardar
debaixo de sete chaves,
dentro do coração
assim falava a canção que na América ouvi
Mas quem cantava chorou,
ao ver seu amigo partir
Mas quem ficou,
no pensamento voou
Com seu canto que o outro lembrou
e quem voou, no pensamento ficou
com a lembrança que o outro cantou.
Amigo é coisa para se guardar
no lado esquerdo do peito
mesmo que o tempo e a distância
digam não, mesmo esquecendo a canção
o que importa é ouvir a voz que vem do coração
Pois seja o que vier, venha o que vier
qualquer dia amigo eu volto a te encontrar
qualquer dia amigo a gente vai se encontrar

quarta-feira, 16 de setembro de 2009

Festividade dos aniversariantes do semestre no Mestra Fininha

Grande comemoração dos aniversariantes do semestre no Mestra Fininha
















domingo, 13 de setembro de 2009

Desfile 7 de setembro, mais fotos!!!!











A escola Paulo Freire

Queridos, para todos nós começarmos bem a semana...

beijos, Rosane

A ESCOLA
"Escola é...
o lugar onde se faz amigos
não se trata só de prédios, salas, quadros,programas, horários, conceitos...
Escola é, sobretudo, gente,
gente que trabalha, que estuda,
que se alegra, se conhece, se estima.
O diretor é gente,
O coordenador é gente,
o professor é gente,
o aluno é gente,
cada funcionário é gente.
E a escola será cada vez melhor
na medida em que cada um
se comporte como colega, amigo, irmão.
Nada de 'ilha cercada de gente por todos os lados’.
Nada de conviver com as pessoas e depois descobrir
que não tem amizade a ninguém
nada de ser como o tijolo que forma a parede,
indiferente, frio, só.
Importante na escola não é só estudar, não é só trabalhar,
é também criar laços de amizade,
é criar ambiente de camaradagem,
é conviver, é se ‘amarrar nela’!
Ora , é lógico...numa escola assim vai ser fácil
estudar, trabalhar, crescer,fazer amigos, educar-se,
ser feliz."

de Paulo Freire

sexta-feira, 11 de setembro de 2009

CADASTRO PARA VAGAS DE EMPREGO NO SINE

QUEM NÃO QUER UM EMPREGO?
O SINE - Sistema Nacional de Emprego tem como uma de suas principais funções colocar e recolocar o trabalhador no mercado de trabalho formal. Para isso, dispõe de informações de vagas disponíveis e cadastro de pessoas que querem trabalhar. Dessa forma, tem-se a redução dos custos e do tempo de espera tanto para o trabalhador conseguir um emprego, quanto para o empregador conseguir um funcionário.

ONDE FICA O SINE?

No Terminal Rodoviário próximo as barcas.

COMO FAÇO PARA ME CADASTRAR?

Você deve levar os seguintes documentos:

Carteira de Identidade (válida), CPF, Carteira de Trabalho, Título de Eleitor, PIS - Cartão Cidadão (caso tenha) e Comprovante de Residência (do mês corrente).

Levar em uma folhinha o telefone de pessoas que já foram seus empregadores e podem dar referências sobre seu trabalho e também telefone de vizinhos ou parentes que possam te localizar rapidamente. (quem quiser).

Você será entrevistado e cadastrado no sistema. Mesmo que sua carteira nunca tenha sido assinada, informe sua experiência profissional verdadeira, pois eles checam com as referências. A carteira será carimbada com um número e você deverá sempre consultar se há vagas disponíveis com esse número.

Eles tem um setor de captação de vagas e sempre que o seu perfil atende a uma vaga disponível, será chamado pelo nº carimbado na Carteira de Trabalho.

Há muitas vagas que não exigem experiência. Depende do local de moradia, idade... etc.

INSCREVA-SE!!!!!!!

NO PERÍODO QUE ANTECEDE O NATAL MUITAS PESSOAS SEM EXPERIÊNCIA SÃO CHAMADAS PARA TRABALHAR!!!!!

quarta-feira, 9 de setembro de 2009

08/09/09 - Ernani - Festa dos Aniversariantes do Semestre


Ontem homenageamos os aniversariantes do semestre na Escola Municipal Ernani Moreira Franco. Tivemos que adiar essa festa várias vezes devido ao recesso da gripe H1N1, mas não desistimos!!! A festinha foi ótima

Confira abaixo os aniversariantes do Arco Serviços Domésticos e do Arco Educação.




Mais fotos em: http://www.orkut.com.br/Main#Album?uid=12252560885054496451&aid=1252482044

terça-feira, 8 de setembro de 2009

07/09/09 - DESFILE CÍVICO


Ontem tivemos um belo desfile na Av. Amaral Peixoto em Niterói. Parabéns aos alunos do Ernani (Barbara Cristina,Alessandra Castro, Anderson Sotero, Francidalva, Silvana Soares, Maria José e Eliane) Paulo Freire (Thiago Brito, Laureci, Daiane Gomes, David Marinho, Cristiane Ramos) Vera Lúcia (Roberta de Jesus,Talita Moreira, Janaína Cruz, Eliane Bhel, Aline Santos, Rosana Peixoto, Rafael Soares, Felipe Veloso, Vanessa Castro,Leidiane Aciolli e Ricardo Poeta) Levi (Maura, Angélica, Keila, Fabrício, Michele e Rosemary) Santos Dumont (Mariane Aparecida) PAC (Eliane Souza, Marcos Santoro, Antonio Fabiano, Iani e Jocelene)
Parabéns aos professores: Josué (C. Humanas), Leo Avellar (C. Natureza), Mara (L. Inglesa), Flavio (Arte e Cultura) e Adriana (S. Domésticos). Parabéns a Coordenadora Pedagógica Maria Rosane e a professora Ana Paula (L. Portuguesa) que ficaram com as crianças para que nossos alunos pudessem desfilar tranquilos. Parabéns também a Luciene, Adélia e Regina Hungaro que garantiram a animação de nossos alunos que foram aplaudidos durante todo desfile!

Nosso agradecimento especial a Fundação Municipal de Educação pelo delicioso lanche! Nós adoramos!!!!!
PARABÉNS JUVENTUDE PROJOVIANA, estamos orgulhosos!!!!!!!!

29/08/09 - Visita a Igreja São Lourenço dos Índios

Na visita coordenada pelo professor Leonardo Avellar, nossos alunos puderam conhecer um pouco mais sobre a origem de nossa cidade. Para quem não pode participar, deixamos as fotos e um pouco de história.

Niterói Ontem e Hoje - Igreja São Lourenço dos Índios

A Igreja de São Lourenço dos Índios é o mais significativo marco da fundação da aldeia de São Lourenço, primeira ocupação da colonização portuguesa no território que, mais tarde, se constituiria na cidade de Niterói.

Considerada um símbolo para a construção da identidade dos niteroienses, a origem da Igreja de São Lourenço dos Índios está relacionada ao assentamento indígena que ali se deu, no fim do século XVI. Essas terras foram povoadas a partir da doação de uma sesmaria ao chefe temiminó Araribóia, em 16 de março de 1568, pela ajuda prestada aos portugueses na expulsão dos franceses.

Os registros históricos mostram que, desde o início da ocupação desta área, a presença religiosa se fazia marcante. A carta do Padre Gonçalo de Oliveira, datada de 1570, já anunciava uma primeira capela, em taipa, que se localizava no alto de um morro da Aldeia de São Lourenço dos Índios.

Esta edificação primitiva cedeu lugar a uma outra, inaugurada em 10 de agosto de 1586, com a representação do Auto de S. Lourenço. Nesta época, a ermida era, ainda, uma capela tosca e pequena, e já antes de 1627, os jesuítas trataram de substituí-la por um templo mais apropriado, provavelmente de pedra e cal.Apesar de algumas perdas que se deram ao longo do tempo, ainda existem na Igreja de São Lourenço dos Índios, algumas relíquias de valor incalculável: a imagem de São Lourenço (obra-prima de santeiros portugueses do XVII), um lavabo de pedra portuguesa, o púlpito de madeira e uma magnífica pia batismal. Mas a maior relíquia fica por conta do retábulo de madeira, seiscentista - considerado pelo arquiteto Lúcio Costa (In "A Arquitetura Jesuítica no Brasil", revista do SPHAN, V.14, 1941), como o mais belo exemplar brasileiro da arte dos jesuítas. Com isso, a igreja de São Lourenço dos Índios pode ser considerada um marco do primeiro assentamento lusitano do lado oriental da baía da Guanabara. Sua importância histórica e arquitetônica é inegável, apesar de suas sucessivas.

Fonte:Retirado do livro "Niterói Patrimônio Cultural", editado pela SMC/Niterói Livros em 2000 reconstruções.

Mais fotos em:
http://www.orkut.com.br/Main#Album?uid=12252560885054496451&aid=1


 

03/09/09 - Feijoada de Camarão

A união faz a força e a Feijoada de Camarão também!!

No dia 03 de setembro, os alunos de Serviços Domésticos e Esporte Lazer tiveram um delicioso jantar de confraternização na Escola Municipal Levi Carneiro. Um agradecimento especial a aluna Maura que arrecadou o dinheiro para a compra dos ingredientes e ao dedicado funcionário Luiz que preparou o jantar com muito carinho. Foi pena que estávamos sem máquina fotográfica, as fotos postadas foram tiradas com celular... Mas o jantar estava uma delíiiiiiiiiiiciaaa!!!!.
Para quem ficou com água na boca, segue a receita.

Feijoada de Camarão

Tempo de preparo: 40m
Rendimento: 08 porções
Acompanhamento: arroz branco

1 kg de camarão
2 cebolas
2 tomates
1 pimentão
1 maço de coentro
1 maço de cheiro verde
1 e 1/2 xícaras de extrato tomate
1/2 kg de feijão branco ou manteiga
3 dentes de alho
1 folha de louro
Sal a gosto
Pimenta calabresa

Modo de Preparo:
Descasque o camarão e reserve a casca e a cabeça, faça uma fervura delas, aproveitando o caldo, onde vai cozinhar o feijão e acrescente 1 folha de louro.
Faça um molho com os demais ingredientes, reserve um pouco do coentro e o cheiro verde bem picado, para o final.
Coloque o molho já pronto dentro do feijão, coloque o camarão e deixe por 5 minutos no fogo baixo, para não virar borracha o camarão.
Apague o fogo e jogue o coentro e o cheiro verde
Abafe a panela com a tampa.

Use à gosto:
Azeite de Dendê ou Azeite de boa qualidade
Tablete de caldo de camarão

Variações:
Se desejar transforme em Feijoada de Frutos do Mar acrescentando para 1K de feijão branco: 250g de lula; 1/2 de camarão sem casca; 250g de mexilhão
250g de tentáculos de polvo e files de cação cortado em cubos grossos.
Rendimento: 18 porções.



 

quinta-feira, 3 de setembro de 2009

ORKUT

Quem quiser fazer parte da nossa comunidade é só acessar!

http://www.orkut.com.br/Main#Profile?uid=12252560885054496451&rl=t

BIENAL DO LIVRO

Um mundo a ser (re)descoberto


Por Ana Paula Ferreira
Educadora de Língua Portuguesa do PAC

O Rio de Janeiro está em contagem regressiva para a XIV Bienal do Livro, que mais uma vez acontecerá no Riocentro. O evento, que será realizado entre os dias 10 e 20 de setembro, este ano homenageará os norte-americanos. O evento literário mais importante do país parece que foi beber na fonte inesgotável de criatividade da não menos importante FLIP – Feira Literária Internacional de Paraty, pois trará mais espaços lúdicos para a interação da garotada. Aliás, o público ao qual este texto se dedica, intermediado pelo professor.

Mesmo sabendo das dificuldades para se conseguir transporte gratuito para eventos extraclasse, os professores devem fazer um esforço para levarem suas turmas a tão importante e enriquecedor evento cultural. Sim, porque a Bienal é literária, mas é, sobretudo, cultural. Quem nunca redescobriu um livro esquecido na estante depois de assistir uma palestra sobre ele. A leitura, como o ser humano, é feita de fases. Muitas vezes queremos antecipar uma fase e não estamos preparados literariamente para isso, fazendo com que a leitura seja chata e incompreendida. Existe um amadurecimento literário que precisa ser respeitado pelos “amantes” e pelos “aspirantes a amantes” da leitura.
O profissional da educação tem, no espaço da Bienal, a possibilidade de promover a descoberta, ou mesmo, a redescoberta da leitura prazerosa, informativa, lúdica de forma criativa e definitiva para seus alunos. Quem não gostaria de se achar numa floresta de livros, pois numa floresta de conhecimento ninguém há de se perder não é mesmo?


Mais uma vez o Estado do Rio de Janeiro poderá vivenciar a experiência única e maravilhosa do contato direto e ininterrupto com a literatura. Não estou falando dos estandes das livrarias, acrescente a isso os saraus poéticos, as leituras dramatizadas, as palestras, os lançamentos de títulos, enfim, uma infinidade de atividades esperando para serem saboreadas pelo leitor. Um deleite só. E uma oportunidade de formarmos crianças com consciências críticas, pacíficas, democráticas e, sobretudo, cultas. Viva a Bienal!!!

Publicado por: ordecanbrasil 03/09/2009
http://www.ordecan.com/passeio_cultural_bienal_rio_2009.htm